Igreja Evangélica Pentecostal

II Aos Corintios 11:28 - Alem das coisas exteriores, me oprime cada dia o cuidado de todas as igrejas.

Archive for November, 2012

As Sete Chaves Que Abrem as Portas da Vitória

Written by candidosa2 on . Posted in Geral

Texto: Jr. 29.11-13

 

Introdução

Se hoje alguém lhe perguntasse: Qual é o seu maior desejo?. Com certeza você saberia responder essa pergunta!. Neste texto, o profeta fala de desejos. Creio que muitos responderiam: O meu desejo é que a minha vida desse uma grande reviravolta, e que certa área da minha vida mudasse radicalmente, que se transformasse em algo muito melhor e me trouxesse mais alegria. Saiba que chegou este dia para você!. Hoje, é o dia que Deus quer dar uma reviravolta na sua vida!.

 

Mesmo parecendo que a sua situação esteja difícil!. Para Jesus vai ser fácil! Veja o que o profeta disse no versículo 11: “pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que esperais”. Então, se é isso que você está esperando, o Senhor vai realizar o que você deseja. Talvez você esteja se perguntando: quanto tempo levará para se realizar o meu desejo?.

Amado, vai levar o tempo necessário para que você crer que Jesus é capaz e poderoso para agir na sua vida. Se você demorar alguns dias para crer, então, este será o tempo!. Mas se você acreditar de todo coração que será hoje, então, será hoje!!. O evangelho de João 8.32 diz: “e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”. Você quer ser liberto?. A sua liberdade só virá quando você crê que Jesus Cristo é capaz de mudar a sua vida. A partir daí, verdadeiramente sua vida será diferente!. Receba esta palavra, creia que é para você, e as coisas irão mudar rapidamente!.

 

Eu vou perguntar mais uma vez: Qual a área que você gostaria que fosse mudada? Financeira? Empresarial? Negócios, vendas, compras? Familiar? Casamento? Vida dos seus filhos? Saúde? Emprego? Seu estado emocional? Vida espiritual?. Seu ministério? Projetos falidos?. Qual é a área de maior frustração na sua vida?

Em Ageu 1.6 – há uma passagem interessante que fala de vida frustrada. “Tendes semeado muito e recolhido pouco; comeis, mas não chega para fartar-vos; bebeis, mas não dá para saciar-vos; vestis-vos, mas ninguém se aquece; e o que recebe salário, recebe-o para pô-lo num saquitel furado”. Nem tudo está perdido!. Você pode dar uma revirada em sua vida usando as Sete Chaves de Deus, que abrirão novas portas, novos horizontes e novas oportunidades. Oportunidades que Deus quer lhe dar para que a sua vida seja transformada em bênçãos.

 

Sabe o que Deus está querendo lhe dizer? Que o seu nome se encontra incluso na lista dos vitoriosos desta terra. O seu nome está lá, o da sua família, do seu filho, da sua filha, o seu nome se encontra na listagem dos vitoriosos desta terra. Deus lhe dá o comando, Deus lhe dá o poder, e a autoridade para vencer. Então, conheça as Sete Chaves para conquistar tudo que precisa ser mudado na sua vida.

Os Quatro Segredos Para Alcançar a Vitória

Written by candidosa2 on . Posted in Geral

O segredo da vitória na vida diária ou nas grandes metas, lutas ou projetos de cada pessoa, família, entidade ou igreja é o entendimento claro do propósito de Deus para cada situação. Creio num plano global e completo, elaborado por Deus, para cada pessoa.

 

Cada um pode, e deve buscar conhecer os propósitos de Deus para sua vida, bem como para seus atos e projetos. No texto bíblico acima vemos que o jovem rei Davi toma a decisão de ir à guerra somente após consultar a Deus. Davi descobriu o segredo do vencer na dependência de Deus.

Devemos ter uma primeira preocupação para um perfeito entendimento do Plano de Deus para nossa vida. Nossa obediência precisa ser incondicional e aliada a uma fidelidade completa ao comando divino.

 

Quando consultamos a Deus, em oração, buscando entender Sua vontade e nos dispomos a executá-la, sendo obedientes ao Plano divino, já podemos ter a garantia da vitória, independentemente do resultado aos nossos olhos. Passamos a buscar a vontade de Deus e isto é nossa vitória.

Outro entendimento importante que passamos a ter ao cumprirmos o desejo de Deus em nossa vida é que a vitória é de Deus e não nossa. Nós passamos a entender que fomos usados, a cada momento, como instrumentos do Senhor, para alcançarmos a vitória.

Vejamos agora “Os quatro segredos para alcançar a vitória”

Os 5 Segredos Para Uma Vida Vitoriosa

Written by candidosa2 on . Posted in Geral

(2 Co 2.14 – 3:1-3)

 

Deus cuida de seu povo, porém há o questionamento, o porquê das adversidades. As tribulações atingem os crentes com muita freqüência.

Todavia, aquele que confia no Senhor sabe que o mal sucumbirá diante do poder de Jesus. O importante é a confiança que se deposita em Jesus e a certeza de que quanto maior é a luta, maior será a vitória (I Co 15.57).

 

COMO ALCANÇAR A VITÓRIA

Para que as aflições terminem com vitórias, é necessário que o crente esteja seguro de algumas situações que são imprescindíveis em sua vida, como foram na vida dos heróis da fé, em particular, na do apóstolo Paulo (Fp 4.19).

• Ter a certeza de que o Senhor é o seu Deus – Isso nos leva a entender que existia entre o apóstolo e o Senhor um relacionamento muito íntimo, pessoal, familiar: “O meu Deus.” Ele não fala de uma pessoa distante, que faz uma visita esporádica, ou que se lembra quando em vez do amigo. Esse sentimento de posse indica aproximação, estar por perto em todos os momentos.

• Reconhecer o poderio de Deus (I Jo 2.15) – Não existe nada impossível, muito menos difícil para Deus, porquanto Ele é Todo Poderoso, Criador dos céus e da terra (Apocalipse 10.6).

 

O poderio, as riquezas, as possibilidades de Deus são imensuráveis. Só um Deus extremamente rico pode suprir todas as necessidades de Seu povo.

Um dos nomes pelo qual Deus é conhecido é Jeová Jiré, que significa “O Senhor que Provê.” (Gênesis 22.8)

• A Vitória do cristão não é pequena

O apóstolo Paulo disse: “Ele suprirá todas as vossas necessidades em glória…”( Fp 4.19).

Glória significa: preciosidade, abundância. Entenda, pois, que a sua vitória é grande porque não traz benefícios só para você. Outros também participam.

 

Muitos cristãos perdem a vitória porque fixam o olhar, o pensamento e a expectativa apenas na luta. Então, ela se torna muito maior. Mas, a Palavra de Deus diz: “Vindo o inimigo como uma corrente de águas, o Espírito do Senhor arvorará contra ele a sua bandeira.” Isaías 59.19.

Pense em um rio cujas águas foram aumentadas por uma enchente. As águas descendo com toda a força da correnteza. De repente, surge um paredão que intercepta aquele volume de água, fazendo-a retroceder.

 

O cristão deve fixar o olhar não na correnteza, nem no volume de água (que representa a luta), mas no paredão, como diz o versículo, a bandeira que o Espírito Santo coloca para deslocar a fúria do inimigo.

Louvor e Adoração – A Origem Bíblica das Palavras

Written by candidosa2 on . Posted in Geral

Normalmente não fazemos muita distinção entre louvar e adorar a Deus. Para nós essas palavras têm o mesmo sentido.

Mas observando a maneira como são empregadas na Palavra de Deus, podemos perceber que muitas vezes são empregadas ao mesmo tempo: Louvai e adorai ao Senhor, louve e exalte o seu santo nome….

Isso é porque nos textos originais são palavras diferentes que expressam significados que são muito importantes para nós.

As palavras para louvor vêm do hebraico hãlal, que significa fazer ruído, yãdhâ que está associada às ações e gestos corporais que acompanham o louvor e, zãmar, que é associada à música tocada e cantada. No Novo Testamento a palavra grega eucharistein que significa agradecer é mais utilizada que a palavra eulogein “bendizer”.

 

Facilmente se percebe que a louvor está muito associado a oferta, aquilo que entregamos a Deus.

Se cantamos, tocamos, dançamos, aplaudimos, estamos louvando. A Bíblia diz que toda a natureza louva a Deus. Pois demonstra o Seu poder, criatividade, soberania.

 

Salmos 65:13 – Os campos se vestem de rebanhos, e os vales se cobrem de trigo; eles se regozijam e cantam.

Salmos 69:34 – Louvem-no os céus e a terra, os mares e tudo quanto neles se move.

Salmos 98:8 – Os rios batam as palmas; regozijem-se também as montanhas,

 

Isaías 44:23 – Cantai alegres, vós, ó céus, porque o SENHOR o fez; exultai vós, as partes mais baixas da terra; vós, montes, retumbai com júbilo; também vós, bosques, e todas as suas árvores; porque o SENHOR remiu a Jacó, e glorificou-se em Israel.

JESUS: A Imagem Visível do Deus Invisível

Written by candidosa2 on . Posted in Geral

A DIVINDADE DO FILHO é apresentada de forma abundante no Evangelho Segundo João.

Logo no início, o Verbo é o que “estava com Deus e era Deus”, o mesmo Verbo que “se fez carne e habitou entre nós” (Jo 1.1,2, 14).

No capítulo 14, há várias declarações do próprio Jesus, em que reitera o que está em Jo 10.30: “EU E O PAI SOMOS UM”. Vejamos:

Jo 14.6: “Eu sou o caminho, e a verdade e a vida. Ninguém VEM ao Pai senão por mim”. Ele não disse ninguém VAI, “mas ninguém VEM”, por considerar que Ele estava no Pai e o Pai nele.

Jo 14.7-9: “Se vós me conhecêsseis a mim, também conheceríeis a meu Pai; e já desde agora o conheceis, e o tendes visto; Quem me vê a mim, vê o Pai”.

Jo 14.10: “Não crês tu que eu estou no Pai, e que o Pai está em mim. As palavras que vos digo não as digo de mim mesmo, mas o Pai, que está em mim, é quem faz as obras” (cf. Jo 17.10,11, 21,23).

Jo 14.11: “Crede-me que estou no Pai, e o Pai em mim”.

Jo 14.13-14: “E tudo quanto pedirdes em meu nome EU o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho. Se pedirdes alguma coisa em meu nome, EU o farei”. Vejam que Ele não diz: “O que pedirdes ao Pai Ele o fará”. Mas diz que Ele mesmo o fará.

Jo 14.15, 21: “Se me amardes, guardareis os meus mandamentos”. Ele não diz “os mandamentos do meu Pai”.

Jo 14.20: “Naquele dia conhecereis que estou em meu Pai, e vós em mim, e eu em vós”.

Jo 14.23-24: “Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e o meu Pai o amará, e viremos para ele, e faremos nele morada”. Onde está o Filho, está o Pai.

Apesar da inconteste igualdade com o Pai, para enfrentar a cruz e morrer em nosso lugar, Ele tomou a forma de servo, despojando-se de suas prerrogativas divinas. “Que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus. Mas aniquilou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens. E, achado na forma de homem, humilhou-se [ou esvaziou-se] a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz”.

“Para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra. E toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai” (Fp 2.10).

Fonte: Palavra da Verdade